English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
Translate into your language

Está tudo errado no Sertão!

0 comentários


Historiadores argumentam que a designação "sertão" à região semi-árida do nordeste brasileiro surgiu entre os séculos XVI e XVII e é fruto da contração da palavra "Desertão", que era utilizada pelos Portugueses, durante a colonização do Brasil, para enfatizar a grande diferença climática - clima quente e seco - semelhante ao clima de deserto, observada à medida em que se afastavam do litoral. Assim, o que era inicialmente "Desertão" passou para " De Sertão", ficando "Sertão".
O movimento migratório dos nossos colonizadores para o interior do país teve motivações políticas e econômicas que não nos cabe observar nesse texto. O fato é que, atualmente, essa faixa do território brasileiro, também denominada de semi-árido, é uma região bastante povoada, de solo extremamente fértil, que padece da oferta de ...
água. Eu disse da oferta de água e não da falta de água. No sertão chove! O sertão possui lençóis freáticos em profundidades relativamente superficiais! O sertão é cortado por rios de curso de água perene! No entanto, desde o século XVI, a vida nessa faixa de terra da região nordeste do Brasil é extremamente difícil. Ou melhor, a vida se torna difícil com a instalação do período de estiagem. Difícil para o homem, difícil para os animais. Já as plantas estão perfeitamente adaptadas e utilizam as suas estratégias de sobrevivência... Tanto é que por mais intensa que seja a estiagem, basta um breve salpicar de água na terra para o verde brotar com intensidade impressionante. Até parece milagre! Com isso estou enfatizando que o solo do sertão é extremamente fértil, e que essa região tem uma vocação natural para a agricultura e a pecuária. Aliado a isso temos no Brasil uma população pobre relativamente grande que precisa ser alimentada, mas também uma fatia da população que se configura em excelente mercado consumidor, pois possuem melhores condições financeiras.  Então porque será que há mais de quatrocentos anos, está tudo errado no sertão? 
O fenômeno da seca é previsível não só pelas ferramentas tecnológicas de ultima geração mas até pela sapiência do sertanejo que consegue interpretar na sua ignorância os sinais emitidos pela natureza. A água está presente nessa região e existem diversas tecnologias simples e sofisticadas capazes de promover a retenção e garantir as condições de consumo humano, animal e para uso na terra. Historicamente, fala-se que nunca existiu vontade política de resolver a questão da escassez de água no sertão, pois são as providências paliativas como carros pipas e distribuição de cestas de alimento que garantem a manutenção da região como "curral eleitoral" de políticos com projetos de perpetuação no poder. Ou seja, a dependência da água canaliza para a dependência do voto!
O fato recente em relação a essa problemática é a decisão extremamente polêmica do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva que no seu primeiro mandato encarou uma forte oposição política quando anunciou o desejo de transpor águas do Rio São Francisco para localidades semi-áridas do país. A quebra de braço foi intensa e somente no seu segundo mandato conseguiu colocar em prática uma obra de engenharia bastante arrojada de transposição. São muitas as críticas, até mesmo de ambientalistas, mas o sertanejo, aquele que precisa do líquido precioso para as suas necessidades mais básicas não tem tempo e nem argumentos para criticar essa obra.  O fato é que vai demorar muito para que possamos combinar  a palavra "Sertão" como superlativo de tudo "Muito Certo", "Certíssimo". Por enquanto, o que se pode  dizer é que "Está Tudo Errado no Sertão!"



Eugenia... Você foi selecionado!

O painel abaixo registra o país e o número de pessoas do referido país que visitaram o site pela primeira vez.
Bem vindos / bienvenidos / Bienvenue / 欢迎 / Welcome / Willkommen / benvenuto / ...
free counters
  •