English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
Translate into your language

Telessaúde Sergipe: Tecnologia encurtando distâncias para promover saúde.

0 comentários


Hoje, dia 14 de novembro de 2013, foi um dia significativo para o Sistema Único de Saúde (SUS) de Sergipe. Depois de quase dois anos de atividades preparatórias a Secretaria de Estado da Saúde (SES), através da Fundação Estadual de Saúde (FUNESA) implantou o primeiro Ponto de Telessaúde do Programa Telessaúde Brasil Redes em Sergipe. O município contemplado foi Canindé do São Francisco que fica no extremo noroeste do Estado e distante aproximadamente 213 km da capital Aracaju. A solenidade foi simples porém bastante simbólica para a FUNESA, uma vez que este é o primeiro dos muitos pontos que serão instalados no Estado, totalizando mais de 200 (duzentos) pontos de telessaúde.

Sergipe - mapa geopolítico
Em função da distância a equipe da FUNESA formada por Valdelíria (coordenadora do núcleo), Giovanna (teleconsultora médica do núcleo), Celina (teleconsultora enfermeira do núcleo), Rafael (técnico em informática do núcleo), Francisco Santana (coordenador de pós-graduação) e Rennan (técnico da área de logística) iniciou o deslocamento ao referido município às 6h e 30mim chegando às 9h e 30 min, ocasião em que foi recebida pelo Sr. Enock, secretário municipal de saúde e todos se dirigiram para a Unidade Básica de Saúde Antônio Apolônio Costa para realizar a assinatura do Termo de Compromisso, entrega e instalação dos equipamentos (computador completo, câmara fotográfica, webcam, impressora, mesa de computador, cadeira e conexão de internet em Banda Larga). Às 11 horas foi concluída a instalação dos equipamentos e realizado com êxito o teste de conexão em áudio e vídeo com o Núcleo Técnico Científico.

Momento da conexão entre o Ponto e o Núcleo
Significado do Programa Telessaúde Brasil Redes para o SUS de Sergipe: A estimativa do IBGE para a população do Estado de Sergipe em 2013 é de 2.195.662 habitantes, distribuída em 75 municípios que por sua vez estão agrupados em 7 Regiões de Saúde. Atualmente são 564 equipes de saúde da família e 388 equipes de saúde bucal o que confere cobertura de quase 90% da população. Entretanto, a exemplo do que ocorre nos demais Estados da federação, são muitas as dificuldades para fazer funcionar plenamente o segmento de Atenção Primária à Saúde, considerado a principal porta de entrada do usuário no SUS, e uma das maiores dificuldades é a constituição e manutenção das equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF), sobretudo no que diz respeito ao profissional médico. Quando se verifica no âmbito da gestão, percebe-se que o salário oferecido ao médico embora não seja baixo não consegue fixá-lo na equipe. Há relatos de médicos que migram de um município para outro por diferenças salariais pequenas em busca de algo que não é apenas salário, mas condições mínimas de exercer a profissão com alguma segurança técnica, sobretudo quando se trata de médicos recém formados. O programa Telessaúde Sergipe surge com a perspectiva de trabalhar em parceria com as equipes de ESF no apoio efetivo às rotinas da Atenção Primária à Saúde, diminuindo essa sensação de isolamento relatada pelos profissionais que estão nos locais mais longínquos e que contribui significativamente para a baixa permanência sobretudo do profissional médico nas equipes. 

O Programa Telessaúde é uma iniciativa do Ministério da Saúde que surgiu em 2007, inicialmente como piloto em 9 estados, como uma ferramenta de comunicação à distância para apoio diagnóstico e terapêutico na área da saúde. Através da Portaria n° 2.546/GM/MS de 27.10.2011 o programa foi redefinido, passando a denomina-se Programa Nacional Telessaúde Brasil Redes e em novembro do mesmo ano passou a integrar o Programa de Requalificação das Unidades Básicas de Saúde.

Em Sergipe o programa foi viabilizado a partir da articulação entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES), Fundação Estadual de Saúde (FUNESA) e Universidade Federal de Sergipe (UFS) e o processo deslanchou a partir de 2012 quando o Ministério da Saúde confirmou o financiamento para o projeto proposto pelo Estado que é instalar ao menos 1 Ponto de Telessaúde em 100% dos municípios do Estado, de modo a cobrir 400 equipes da ESF, tendo como primeira meta estruturar o Núcleo Técnico Científico e implantar no minimo 50 Pontos de Telessaúde em USF até dezembro de 2013.

O Núcleo Técnico Científico já está implantado e hoje foi instalado o primeiro Ponto de Telessaúde. Agora não tem mais volta! Parabéns à FUNESA. Parabéns à SES de Sergipe. Viva o SUS!


Eugenia... Você foi selecionado!

O painel abaixo registra o país e o número de pessoas do referido país que visitaram o site pela primeira vez.
Bem vindos / bienvenidos / Bienvenue / 欢迎 / Welcome / Willkommen / benvenuto / ...
free counters
  •