English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
Translate into your language / Traduza para o seu idioma.

Meningite bacteriana será objeto de discussão em simpósio.

1 comentários


Concentração de amostra em ultracentrífuga.
Antônio é um biólogo experiente e trabalha há muito tempo na seção de bacteriologia de um grande laboratório. Certo dia, ocupou-se da tarefa de concentrar uma amostra de Neisseria meningitidis sp, utilizando para isso  uma centrífuga colocada em cima de uma bancada do laboratório. Antônio centrifugou a amostra, distribuiu o concentrado em microtubos, identificou os microtubos e colocou em um freezer, onde seriam mantidos sob congelamento. Alguns dias depois Antônio desenvolveu um quadro de febre intensa com calafrios, e foi internado. Duas horas depois, Antônio morreu com um quadro típico de meningite. Teste de PCR (reação em cadeia da polimerase) revelaram que ele havia sido contaminado pelo agente com o qual havia trabalhado.
O relato acima, mesmo sendo uma peça de ficção, causa espanto, arrepios e pode de fato acontecer com qualquer profissional da área da saúde, principalmente, com os profissionais de laboratório que manipulam amostras concentradas de qualquer patógeno.
N. meningitidis vista em Microscopia Eletrônica de varredura.
Pelo relato acima, fica evidente a virulência da cepa de Neisseria meningitidis sp manipulada. pelo nosso profissional hipotético. Uma cepa agressiva e letal que levou o técnico à morte em pouco tempo, antes mesmo da confirmação diagnóstica.
O fato é que as meningites provocadas por bactérias da espécie Neisseria meningitidis são, genericamente, as mais graves, com tempo de incubação bastante breve e rápida evolução para um quadro agudo de septicemia geralmente irreversível.
Essas questões serão tratadas no I Simpósio Brasileiro sobre Meningites Bacterianas que está sendo organizado pela Sociedade Brasileira de Microbiologia para ser realizado nos dias 01 e 02 de abril de 2011 em São Paulo.
Nesses dois dias, especialistas e pesquisadores discutirão os principais aspectos da meningite bacteriana: Epidemiologia, diagnóstico, tratamento e prevenção.
Punção Lombar para retirada de Liquor (LCR).
No Brasil, de acordo com as estatísticas do Ministério da Saúde, cerca de 49% dos pacientes com meningite bacteriana morrem e 30 % dos que sobrevivem ficam com sequelas que incluem: paralisia cerebral, epilepsia, doença renal, surdez e atraso no desenvolvimento. 
Por se tratar de uma doença de evolução muito aguda, a rapidez na introdução do tratamento específico é determinante e influencia o prognóstico do paciente, reduzindo as possibilidades e intensidade de sequelas. Essa rapidez depende do esclarecimento laboratorial do diagnóstico, estabelecendo o agente causador e por estas razões, é fundamental a existência de testes diagnósticos tão rápidos quanto seguros para a identificação dos agentes etiológicos da meningite bacteriana. Além dos benefícios ao paciente, como introdução mais ágil da terapêutica específica, melhor prognóstico e redução do risco de sequelas neurológicas, o rápido esclarecimento do caso reduz consideravelmente os custos com tratamento e o tempo de hospitalização.

Mais informações sobre o simpósio podem ser obtidas no endereço:
http://www.sbmicrobiologia.org.br


Eugenia... Você foi selecionado!

O painel abaixo registra o país e o número de pessoas do referido país que visitaram o site pela primeira vez.
Bem vindos / bienvenidos / Bienvenue / 欢迎 / Welcome / Willkommen / benvenuto / ...
free counters
  •