English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
Translate into your language

Micróbios: Não subestime essas entidades.

1 comentários



Paramentação adequada
Por ocasião da Semana Internacional de Prevenção de Infecções, que acontece entre os dias 17 e 23 de outubro, e considerando a minha formação de microbiologista, acho que não posso me furtar de  postar alguma matéria alusiva a esse movimento.
O fato é que a Organização Mundial da Saúde (OMS) informa que em breve 1,4 milhão de pessoas em todo o mundo estarão sofrendo de infecções adquiridas em hospitais. Um estudo do Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC), publicado em março de 2007, estimou em 98.987 o número de mortes por infecções associadas aos cuidados da saúde nos Estados Unidos em 2002.
As infecções adquiridas em ambiente hospitalar (hospitais ou clínicas) são genericamente designadas de Infecção Associada aos Cuidados da Saúde (IACS) ou simplesmente Infecção Hospitalar. Porém, para avaliar a possibilidade de Infecção Hospitalar, esta deve ser desenvolvida pelo paciente durante a internação ou alguns dias após a sua estadia hospitalar.
As IACS são problemas globais, afetando tanto pacientes quanto profissionais da saúde. Preocupada com a questão, a Kimberly-Clark Healt Carelaborou uma lista de medidas preventivas que poder ser observadas antes, durante e depois de uma estadia hospitalar para minimizar a exposição às Infecções associadas aos cuidados da saúde (IACS) e bactérias relacionadas, como SARM:

Limpeza e higiene pessoal:
Lavar corretamente as mãos
  • Lave suas mãos. Esfregue por pelo menos 15 segundos com água morna e sabão. Use álcool-gel se você não tiver acesso a água e sabão.
  • De três a cinco dias antes de sua cirurgia, tome banhos diários com sabão contendo 4% de clorexidina, disponível em farmácias.
  • Quando já estiver no hospital: peça para a pessoa que te atender lavar as mãos antes de tocar em você – na sua presença. Exija isso tanto de médicos e enfermeiras que forem examiná-los quanto de visitantes que abracem, toquem ou ajudem você a se vestir, etc. Não tenha vergonha! Sua vida vale um segundo de constrangimento.
  • Certifique-se que a equipe médica esfregue a área da cirurgia antes do procedimento, pois bisturis e outros instrumentos cirúrgicos arrastam as bactérias da pele para a incisão.

Equipamento:
- Uma fonte comum de contaminação cruzada por bactérias são os estetoscópios, que normalmente não são limpos após usados em cada paciente, Assim como qualquer equipamento, eles precisam ser adequadamente limpos para a utilização segura.
- Certifique-se de que as equipes hospitalares limpem e desinfetem todas as superfícies que você deve tocar, como grades de cama, cortinas e pias. Evite colocar comida ou utensílios nos móveis ou na cama
- Certifique-se que o cateter esteja adequadamente limpo quando inserido e removido e de que outro, novo e limpo, seja inserido a cada 3 ou 4 dias. Se alguma irritação aparecer na área em que for inserido, comunique a enfermagem imediatamente.
- Monitore ataduras e drenos e avise prontamente a enfermagem se eles estiverem soltos ou molhados.
- Evite o uso de cateteres urinários o máximo possível. Caso você precise de um, peça que seja removido de um a dois dias – o quanto antes melhor.


Exames:
- Faça um exame para verificar a presença de Staphylococcus aureus resistente à meticilina (SARM) pelo menos uma semana antes de ser internado. Você pode já ter SARM e não saber! É importante saber disso o quanto antes.
- Tenha a quantidade de açúcar sob controle se você tiver diabetes.
 
Medicação:
- Pergunte ao seu medico sobre a administração de antibióticos antes da cirurgia. Para algumas cirurgias, você pode receber uma dosagem antes da cirurgia para prevenir uma Infecção do Sítio Cirúrgico (ISC).

Estética e Conforto:
Se você precisa de depilação, use depiladores elétricos no dia da cirurgia em vez de lâminas, pois, com essas últimas, são maiores as chances de cortes na pele, o que aumenta a exposição às bactérias que causam infecção.
- Peça a seu médico que lhe mantenha aquecido durante a cirurgia. Obviamente, você não irá sentir frio quando anestesiado, mas estudos provaram que procedimentos simples como manter os pacientes aquecidos diminui as chances de infecção.
- Peça a quem estiver tossindo que use máscara ou que fique pelo menos dois metros longe de você, a fim de que você não pegue uma infecção transmitida pelo ar.
- Embora visitas possam animar você, se familiares e amigos não estiverem se sentindo bem, peça a eles que esperem para visitá-lo quando estiverem melhor. Converse com eles por telefone enquanto se recupera.


Faça a sua parte, pois ninguém está seguro!


Eugenia... Você foi selecionado!

O painel abaixo registra o país e o número de pessoas do referido país que visitaram o site pela primeira vez.
Bem vindos / bienvenidos / Bienvenue / 欢迎 / Welcome / Willkommen / benvenuto / ...
free counters
  •